História Social

Pesquisador

Ynaê Lopes dos Santos

Doutora em História Social pela Universidade de São Paulo (2012), Mestre em História Social pela Universidade de São Paulo (2007), bacharel e licenciada em História pela USP (2002). Atualmente é Professora Adjunta no Instituto de História da Universidade Federal Fluminense - UFF. Realiza Pesquisa na aérea de História da América, com ênfase em Escravidão Moderna e Relações Étnico-Raciais nas Américas, atuando principalmente nos seguintes temas: escravidão, América ibérica, formação dos Estados Nacionais, cidades escravistas , relações étnico raciais e ensino de história.

Adriano de Freixo

Adriano de Freixo é graduado em História (UERJ), especialista em História das Relações Internacionais (UERJ), mestre em História Política (UERJ) e doutor em História Social (UFRJ). É professor do Instituto de Estudos Estratégicos da Universidade Federal Fluminense (INEST - UFF), onde atua no curso de Graduação em Relações Internacionais e nos Programas de Pós-Graduação em Estudos Estratégicos (PPGEST) e Ciência Política (PPGCP). É o atual coordenador do Programa de Pós-Graduação em Estudos Estratégicos (PPGEST) e do Laboratório de Estudos sobre a Política Externa Brasileira (LEPEB).

Douglas Guimarães Leite

Professor Adjunto da Faculdade de Direito da Universidade Federal Fluminense. Graduado em Direito e Mestre em História Social pela Universidade Federal da Bahia. Doutor em História Social pela Universidade de São Paulo. Integrante do Centro de Ciência Social Histórica sobre Desigualdades Globais (CDG/UFF). Docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Justiça Administrativa. Experiência docente na área de Direito, com ênfase em História do Direito.

Carlos Alberto Campello Ribeiro

Doutor em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2007); Mestre em Administração pela Universidade Federal Fluminense (1998); Pós-graduado em Planejamento, Implementação e Gestão da Ead pela UFF/Universidade Aberta do Brasil – UAB (2013), em Graduado em Administração pela Faculdade Moraes Júnior Mackenzie Rio (1978), e em Professor de parte da formação especial pelo Centro Universitário Plínio Leite (1983).

Ivan Ducatti

Professor Adjunto de História Contemporânea junto à Escola de Serviço Social, da Universidade Federal Fluminense (UFF).

Claudia Maria Costa Alves de Oliveira

Professora titular da Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense, credenciada ao Programa de Pós-Graduação em Educação da UFF. Possui graduação em História pela Universidade Federal Fluminense (1982), mestrado em Educação pela Universidade Federal Fluminense (1990) e doutorado em História Social pela Universidade de São Paulo (2000). Foi presidente da Sociedade Brasileira de História da Educação (SBHE) na gestão 2007-2009 e coordenadora do GT História da Educação da ANPEd, no período 2015-2017. Coordena o Grupo de Pesquisa História Social da Educação.

Margareth da Silva

Possui graduação em História pela Universidade Federal Fluminense (1983), mestrado em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1995) e doutorado em História Social pela Universidade de São Paulo (2015). Atualmente é professor Adjunto da Universidade Federal Fluminense e professor credenciado no Programa de Pós-Graduação em Memória e Acervos da Fundação Casa de Rui Barbosa. Foi membro da Câmara Técnica de Documentos Eletrônicos do Conselho Nacional de Arquivos de 2003 a 2020.

Lerida Maria Lago Povoleri

Possui graduação em Direito pela Universidade Federal Fluminense (1969), graduação em pela Universidade Federal Fluminense (1973) e doutorado em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2001). Atualmente é professor associado II. da Universidade Federal Fluminense. Tem experiência na área de Economia, com ênfase em Economia, atuando principalmente nos seguintes temas: economia, história, desenvolvimento, energia e memória.

Cristina Pessanha Mary

Formada em Geografia ( bacharelado e licenciatura) pela Universidade Federal Fluminense (1981/82), mestre em Planejamento Urbano e Regional (1988) e doutora em História Social (2006) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. É professora Associada IV do Departamento de Geografia, credenciada junto ao Programa de Pós-Graduação em Geografia da UFF orientando alunos de mestrado e doutorado que desenvolvem temáticas relacionadas a memória das instituições de Geografia, e a Geografia Histórica.

Eduardo Tuffani Monteiro

Possui graduação em Letras - Latim pela Universidade de São Paulo (1985) e doutorado em Ciências Humanas - História pela Universidade de São Paulo (1991). Atualmente é professor associado da Universidade Federal Fluminense, atuando principalmente nos seguintes temas: latim, tupi antigo e história da educação.

Gizlene Neder

Professora Titular do Departamento de História da Universidade Federal Fluminense. Graduada em História pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1973). Mestre em Ciência Política pelo IUPERJ (1979), doutora em História Social pela Universidade de São Paulo (1987). Realizou pesquisa de pós-doutorado na Biblioteca Nacional de Lisboa (1999), como Bolsista de Investigação da Fundação Luso-Brasileira para o Desenvolvimento dos Povos de Língua Portuguesa.

Alexandre Carneiro Cerqueira Lima

Professor Associado de História Antiga do Departamento de História da Universidade Federal Fluminense, atua no ensino e na pesquisa de práticas culturais da Grécia Antiga. É orientador de pesquisas de pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado) no PPGH UFF, membro permanente do Núcleo de Estudos de Representações e de Imagens da Antiguidade (NEREIDA ? UFF) e membro associado do da UMR8210 Anthropologie et Histoire des Mondes Antiques (ANHIMA - Paris).

Joaci Pereira Furtado

Graduado (1988) em história pela Universidade Federal de Ouro Preto, é mestre (1994) e doutor (2001) em história social pela USP. Autor de livros didáticos e paradidáticos de história, organizou edição das "Cartas chilenas", de Tomás Antônio Gonzaga (Companhia das Letras). Sua dissertação de mestrado, "Uma república de leitores: história e memória na recepção das 'Cartas chilenas' (1845-1989)", publicada pela Hucitec, recebeu os prêmios Moinho Santista Juventude 1996 (hoje Prêmio Bunge Juventude) e Jabuti 1997.

Ana Célia Rodrigues

Pós-Doutorado pela Universidade de São Paulo (2015) e pela Universidad Carlos III de Madrid, Espanha (2013-2014), com bolsa CAPES. Doutorado (2008) e Mestrado (2003) em História Social pela Universidade de São Paulo. Graduação em História pelo Instituto Superior de Ciências, Letras e Artes de Três Corações (1988). Especialização em Organização de Arquivos pelo Instituto de Estudos Brasileiros da Universidade de São Paulo (1992) e pela Escuela Nacional de Archiveros do Peru, OEA (1993).

Rodrigo Nunes Bentes Monteiro

Professor titular de História Moderna na Universidade Federal Fluminense. Doutor em História Social pela Universidade de São Paulo (1999), mestre em História Social pela Universidade de São Paulo (1993), licenciado e bacharel em História pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1988). Áreas de atuação: História Moderna, com ênfase em história intelectual, história política, história do livro, interpretação e materialidade de manuscritos e impressos da Época Moderna.

Márcia Regina da Silva Ramos Carneiro

Professora Associada, lotada no Instituto de Ciências da Sociedade e Desenvolvimento Regional da Universidade Federal Fluminense, atuando no Departamento de História nas Disciplinas História do Brasil Republicano e História Econômica Geral (Curso de Ciências Econômicas). Possui Graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, Graduação em História, Especialização em História do Brasil, Mestrado em História Social e Doutorado em História Social pela Universidade Federal Fluminense.

Francine Iegelski

Francine Iegelski é professora de Teoria e Filosofia da História na Universidade Federal Fluminense (UFF), Rio de Janeiro, Brasil. É doutora em História Social e Mestre em Letras pela Universidade de São Paulo (USP). Realizou estágio de doutorado (2010-2011) e pós-doutorado (2014-2015) na École des hautes études en sciences sociales (EHESS) sob a supervisão de François Hartog. É coordenadora do grupo pesquisa "Epistemologia e História Comparada das Ciências Humanas".

Juniele Rabêlo de Almeida

Professora do Instituto de História da Universidade Federal Fluminense (UFF), atuando como docente permanente no Programa de Pós-Graduação em História e nos Cursos de Graduação. Doutora em História Social (USP) e mestre em História (UFMG). Realizou pós-doutorado em 2011 na UFMG e, em 2020, na University of California, UC Berkeley (Professora Visitante - Print/Capes; com período final de atividades na UFRGS). Pesquisadora integrante da equipe de coordenação do "Laboratório de História Oral e Imagem" (LABHOI-UFF).

Aloysio Henrique Castelo de Carvalho

Possui graduação em História pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1980), mestrado em Ciência Política (Ciência Política e Sociologia) pelo Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (1989), doutorado em História Social pela Universidade de São Paulo (2000) e pós-doutorado em História Social pela Universidade de São Paulo (2009). É professor associado da Faculdade de Economia da Universidade Federal Fluminense. Foi professor no Programa de Pós-Graduação em Ciência Política da Universidade Federal Fluminense.

Elza Maria Marinho Lustosa da Costa

Graduada em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Ceará, especialização em História do Brasil pela Universidade de Brasília (1992), mestrado em Histoire et Civilisations pela École des Hautes Études en Sciences Sociales (1993) e doutorado em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2002). Trabalhou como professora da disciplina de Sociologia nas Universidades Santa Úrsula e Candido Mendes entre 2001 e 2007. Foi professora do Iuperj em 2011 e 2012, ministrando as disciplinas de Marginalidade Social e Prática de Pesquisa.

Georgina Silva dos Santos

Georgina Silva dos Santos graduou-se em História na UFF em 1990. No ano seguinte, ingressou no curso de pós-graduação da mesma instituição, obtendo o grau de mestre, em 1995, com o estudo A Senhora do Paço - o papel da rainha na construção da identidade nacional portuguesa (1282-1557). Doutorou-se em História pela Universidade de São Paulo, em 2002, com a tese Ofício e Sangue - a Irmandade de São Jorge e a Inquisição na Lisboa Moderna, publicada, em 2005, pela Editora Colibri de Lisboa.

Ronald José Raminelli

Ronald Raminelli possui doutorado em História Social pela Universidade de São Paulo (1994) e realizou estágio pós-doutoral na Ecole des Hautes Etudes en Sciences Sociales - Paris (2002-2003), na Unicamp (2011-2012) e Unesp (2019). Atualmente é professor titular da Universidade Federal Fluminense, coordenador da área de História da Faperj e associate Editor da Oxford University Press (New York). Recebeu da Universidade Federal Fluminense o Prêmio de Excelência 2018-2019, na modalidade Prêmio UFF de Excelência Científica categoria Ciências Humanas e Sociais Aplicadas.

Lucia Maria Velloso de Oliveira

Doutora em Ciências - Área: História Social pela Universidade de São Paulo (2011). Possui graduação em História pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1986), graduação em Arquivologia pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (1992), mestrado em Ciência da Informação pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia e Universidade Federal Fluminense (2006). Presidiu a Associação dos Arquivistas Brasileiros por cerca de 10 anos.

Maria Fernanda Baptista Bicalho

Licenciada em História pela PUC-RJ (1981), mestre em Antropologia Social pelo Museu Nacional-UFRJ (1988), doutora em História Social pela FFLCH-USP (1997), fez pós-doutorado no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa (em 2007 e, novamente, em 2013/2014). Professora Associada no Departamento de História da Universidade Federal Fluminense, foi Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em História entre 2010 e 2013. Desde 2009 atua como Professora Visitante na Université de Provence (Aix-en-Provence).

Giselle Martins Venancio

é Professora do Departamento de História da Universidade Federal Fluminense, onde atua na graduação e pós-graduação. É bolsista de produtividade do CNPq (desde 2014) e Cientista do Nosso Estado/FAPERJ (desde 2016); além de pesquisadora dos projetos coletivos Capes/PrInt Desigualdades globais e sociais em perspectiva temporal e espacial (2018-2022) e Capes Cofecub Ideias em tempo de Guerra Fria: circulação intelectual, encontros e desencontros (2019-2022).

Guilherme Paulo Castagnoli Pereira das Neves

Concluiu o Doutorado em História Social pela Universidade de São Paulo em 1994. Atualmente, é Professor Associado IV da Universidade Federal Fluminense, para a qual ingressou em 1977. Publicou artigos em periódicos especializados, trabalhos em anais de eventos, capítulos de livros (muitos verbetes) e 5 livros (dois deles como co-organizador). Participou de eventos no Brasil e no exterior. Orientou e orienta dissertações de mestrado e teses de doutorado, como também trabalhos de iniciação científica e de conclusão de curso.

Gabriel Passetti

Professor de História das Relações Internacionais na Universidade Federal Fluminense, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Estudos Estratégicos da Defesa e Segurança (PPGEST-INEST-UFF). Doutor em História Social pela Universidade de São Paulo (2010), onde também concluiu o bacharelado (2002), a licenciatura (2003), o mestrado (2005) e o pós-doutorado (2013). Coordenador do LAHPIS - Laboratório de História da Política Internacional Sul-americana.

Tâmis Peixoto Parron

Tâmis Parron é professor pesquisador do Instituto de História da Universidade Federal Fluminense (UFF). Doutor em História pela Universidade de São Paulo (USP), é coordenador do Núcleo de História Comparada Mundial (COMMUN, UFF) e membro do Centro UFF sobre Desigualdades Globais. Desenvolve e orienta pesquisas sobre escravidão, geopolítica e economia mundial no longo século 19 (1780-1945), nos campos da sociologia história, teoria crítica e economia política global.

Karoline Carula

Professora do Departamento de História da Universidade Federal Fluminense. Doutora em História Social pela Universidade de São Paulo (USP), possui mestrado em História pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), sendo graduada por esta mesma instituição. Dentre suas publicações, destacam-se os livros Darwinismo, raça e gênero: Projetos modernizadores da nação em conferências e cursos públicos (Rio de Janeiro, 1870-1889), 2016, e A tribuna da ciência: as Conferências Populares da Glória e as discussões do darwinismo na imprensa carioca (1873-1880), 2009.

Silvia Patuzzi

Graduada em História pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1988), mestre em História Social da Cultura pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1994) e doutora em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2011). Leciona e pesquisa História Moderna na Universidade Federal Fluminense, na condição de professora adjunta. Tem experiência na área de História, com ênfase na tradição humanista, entre Antigos e Modernos.

Marcelo da Rocha Wanderley

MARCELO DA ROCHA WANDERLEY É PROFESSOR DE HISTÓRIA DA AMÉRICA COLONIAL DA UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE. ATUOU COMO COORDENADOR EXECUTIVO DA COMPANHIA DAS ÍNDIAS - NÚCLEO DE HISTÓRIA IBÉRICA E COLONIAL NA ÉPOCA MODERNA DO DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA DA MESMA UNIVERSIDADE ENTRE 2013-14.
FOI AINDA PROFESSOR DO CURSO DE GRADUAÇÃO E DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO ENTRE 2006-2009.CONCLUIU O DOUTORADO EM HISTÓRIA SOCIAL PELA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO EM 2005.

Mário Jorge da Motta Bastos

Bacharel em História pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1989), Mestre em História Social pela Universidade Federal Fluminense (1995) e Doutor em História Social pela Universidade de São Paulo (2002).

Renata Rodrigues Vereza

Possui graduação em História pela UFF (1995), mestrado em História Social pela USP (1998) e doutorado em História Social pela UFRJ (2007). Atualmente é professora do Depto. História da Universidade Federal Fluminense. Tem experiência na área de História, com ênfase em História Ibérica, atuando principalmente nos seguintes temas: história medieval, história iberica, história urbana e conflitos etnicos. Conta com experiência, também, em gestão univeristária, em especial, nas áreas de pesquisa e pós-graduação.

Susana Cesco

Doutora em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2009), mestre em História Cultural pela Universidade Federal de Santa Catarina (2005), bacharel e licenciada em História pela Universidade Federal de Santa Catarina (2003). Professora Recém-doutora (bolsista PRODOC/CAPES) no Programa de Pós-Graduação de Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade - CPDA/UFRRJ no período 2010 à 2013.

Renato Júnio Franco

Possui graduação em História pela Universidade Federal de Minas Gerais (2003), mestrado em História pela Universidade Federal Fluminense (2006) e doutorado em História Social pela Universidade de São Paulo (2011). É professor do Programa de Pós-graduação em História da UFF, pesquisador do Grupo de Pesquisa "Cia das Índias", da Red Columnaria (Polo Brasil). Desde 2018, é diretor da Eduff.

Alexsander Lemos de Almeida Gebara

Possui graduação em História pela Universidade Estadual de Campinas (1998) e mestrado em História Social pela Universidade de São Paulo (2001) e doutorado pela mesma instituição em 2006. Atualmente é professor de história da África na Universidade Federal Fluminense. Trabalha com pesquisa e docência na área de História, com ênfase em História da África, especialmente com viajantes e relatos de viagem e análise do discurso colonial.

Renato de Mattos

Professor Adjunto do Departamento de Ciência da Informação (GCI) e do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PPGCI) da Universidade Federal Fluminense (UFF). Bacharel (2006) e Licenciado (2007) em História pela Universidade de São Paulo (USP). Mestre (2009) e Doutor (2015) em História Social pela Universidade de São Paulo (USP), ambos com bolsa da Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).Tem experiência na área de Arquivologia, com ênfase nos seguintes temas: Arquivos Pessoais e Arquivos Permanentes.

Luciano Raposo de Almeida Figueiredo

Professor titular da Universidade Federal Fluminense e editor do site Impressões Rebeldes: www.historia.uff.br/impressoesrebeldes
Graduado em História pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1982), Mestre e Doutor em História Social pela Universidade de São Paulo (1989 e 1996, respectivamente).

Subscrever História Social