Tatiana Pequeno da Silva

Doutora em Letras Vernáculas (Literaturas Portuguesa e Africanas) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ, 2011), com tese sobre os sentidos políticos da obra de Maria Gabriela Llansol. É professora do Programa de Pós-graduação em Estudos da Literatura do Instituto de Letras e atua sobretudo como professora de Literatura Portuguesa da Universidade Federal Fluminense (UFF), onde coordena o grupo de pesquisa: "Feminismos, Corpo, Gênero e Sexualidade nas Literaturas de Língua Portuguesa", projeto desenvolvido em parceria com o Instituto Margarida Losa, da Universidade do Porto. É autora de diversos ensaios e textos críticos, além de ter publicado três livros de poesia: "réplica das urtigas" (2009), "Aceno" (2014) e "Onde estão as bombas" (2019). Foi professora adjunta de Literatura Portuguesa e Literaturas Africanas de Língua Portuguesa da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia entre 2012 e 2014, tendo sido Gestora do Núcleo de Formação da Pró-reitoria de Extensão da UFRB e vice-coordenadora do Curso de Letras do Centro de Formação de Professores, localizado em Amargosa, no interior baiano. Atua como docente do ensino superior há mais de dezesseis anos e tem experiência como gestora, extensionista, pesquisadora e avaliadora em diversos corpos editoriais acadêmicos, trabalhando principalmente na área de Letras, com foco nas Literaturas de Língua Portuguesa.

Quer entrar em contato? Fale com a Assessoria de Imprensa da UFF

Publicações

Revista: Abril (Niterói)
Título Anoordem crescente doi Idioma
Margarida Vale de Gato: apresentação de `Mulher ao mar? e entrevista 2020 10.22409/abriluff.v12i24.40576 Português
Imagens e "Alguma música de asas incendiadas" em Al Berto 2010 Português
Revista: SCRIPTA
Título Anoordem crescente doi Idioma
Bénédicte Houart: variações em torno da mulher e do feminino 2020 10.5752/P.2358-3428.2020v24n52p187-209 Português
Revista: REVISTA E-SCRITA: REVISTA DO CURSO DE LETRAS DA UNIABEU
Título Anoordem crescente Idioma
A carne tão azarada das mulheres 2019 Português
Revista: ELYRA: REVISTA DA REDE INTERNACIONAL LYRACOMPOETICS
Título Anoordem crescente Idioma
Poesia, performance e feminismo: (re)visões da contemporaneidade 2018 Português
Revista: Diadorim (Rio de Janeiro)
Título Anoordem crescente Idioma
CORPO, MELANCOLIA E ESGOTAMENTO NA POESIA CONTEMPORÂNEA PORTUGUESA 2017 Português
Revista: Revista Mulheres e Literatura
Título Anoordem crescente Idioma
Notícias de uma poesia lésbica em língua portuguesa 2016 Português
Novas Cartas e depois: ainda contra a periferia do feminino 2015 Português
Revista: Coloquio: Letras
Título Anoordem crescente Idioma
Recensão crítica a 'Do Tempo de Drummond ao (Nosso) de Leonardo Gandolfi', de Alberto Pucheu] 2015 Português
Revista: Em Tese (Belo Horizonte. Online)
Título Anoordem crescente Idioma
Acessos, Sentidos e Significados para 'Menina e Moça', de Bernardim Ribeiro 2014 Português
Revista: Gragoatá - Revista dos Programas de Pós-graduação do Instituto de Letras da UFF
Título Anoordem crescente Idioma
A brutalização da escrita: perecimento e precariedade em 'Uma Duas', de Eliane Brum 2014 Português
Revista: Pequena Morte
Título Anoordem crescente Idioma
Giorgio Agamben ou uma profanação da linguagem 2013 Português
Ao meio-dia do texto: anotações para Orides Fontela 2007 Português
Revista: ContraCorrente: Revista de Estudos Literários
Título Anoordem crescente Idioma
Resistir e sobreviver à desalegria no canto de Odete Semedo 2013 Português
Revista: Ler Jorge de Sena
Título Anoordem crescente Idioma
Llansenas 2013 Português
Revista: Revista Crioula (USP)
Título Anoordem crescente Idioma
Outras histórias no litoral do mundo 2012 Português
Revista: Teia literária
Título Anoordem crescente Idioma
O próximo grande mito literário da língua portuguesa? 2010 Português
Revista: Darandina Revisteletrônica
Título Anoordem crescente Idioma
Geografia e Exílio em Maria Gabriela Llansol 2009 Português
Revista: Revista Garrafa (PPGL/UFRJ)
Título Anoordem crescente Idioma
Al Berto e Luiza Neto Jorge: vertigem de corpos dissolutos 2005 Português