María Gabriela Scotto

Possui graduação em Ciencias Antropologicas pela Facultad de Filosofia y Letras, da Universidad de Buenos Aires (1985). Mestrado em Antropologia Social pelo PPGAS / Museu Nacional / UFRJ (1994), e doutorado pela mesma instituição (2003). Atualmente é professora associada do Departamento de Ciências Sociais do Instituto de Ciências da Sociedade e Desenvolvimento Regional da UFF (Campos dos Goytacazes) e do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento regional, ambiente e políticas públicas (PPGDAP/UFF). É líder do GEPPIR - Grupo de estudos e pesquisa sobre Poder, Imagens e Representações (UFF/CNPq) e pesquisadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas Socioambientais (NESA/UFF).

 Tem experiência de pesquisa na área de antropologia social, com ênfase em questões socioambientais, Antropologia da Política e do desenvolvimento, atuando principalmente nos seguintes temas: antropologia da política, política e Estado, poder e imagens; participação política e ação coletiva, movimentos sociais e organizações das sociedade civil no Brasil e na América latina, meio ambiente e conflitos sócio-ambientais. É autora de livros e artigos sobre estes temas. Foi professora da Universidade de Buenos Aires (Argentina). Desde 2010 coordena o projeto de extensão Cineclube SocioAmbiental Campos. 

 No campo das organizações não-governamentais foi Coordenadora Regional de Programas da ActionAid Americas onde também coordenou a área de Pesquisa em Políticas Sociais na América Latina; atuou como pesquisadora no Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas (IBASE) e como assessora da Federação de Órgãos para Assistência Social e Educacional (FASE). Participou na Coordenação do Mapa de Injustiça Ambiental e Saúde no Brasil (Fiocruz/Fase). 

É membro da Associação Brasileira de Antropologia (ABA) e da Sociedade Brasileira de Estudos de Cinema e Audiovisual (Socine).

Quer entrar em contato? Fale com a Assessoria de Imprensa da UFF

Publicações

Revista: Vértices
Título Anoordem crescente doi Idioma
Verde que vira marrom, reputação que vira lama: extrativismo mineral, desastres e as imagens do ´invisível´ 2021 10.19180/1809-2667.v23n12021 Português
Revista: CADERNOS DO DESENVOLVIMENTO FLUMINENSE
Título Anoordem crescente Idioma
Mulher, política e cidade: reflexões analíticas 2019 Português
Revista: Cuadernos del Instituto Nacional de Antropología y Pensamiento Latinoamericano
Título Anoordem crescente Idioma
Narrativas contemporâneas na propaganda corporativa das empresas mineradoras transnacionais: elementos para a análise do ´espírito´ da mineração 2018 Português
Revista: Advir (ASDUERJ)
Título Anoordem crescente Idioma
Lugar, memória e resistência na representação da cidade: a produção de sentidos no filme Aquarius 2018 Português
Revista: Petróleo, Royalties e Região
Título Anoordem crescente Idioma
Sobre mineração, sustentabilidade e alquimia: algumas reflexões sobre os paradoxos da mineração sustentável 2017 Português
Revista: REVISTA CAFÉ COM SOCIOLOGIA
Título Anoordem crescente Idioma
Relatos sobre gênero e violência na zona da mata pernambucana. Uma aálise do filme Baixio das Bestas de Claúdio Assis (Brasil, 2007) 2017 Português
Revista: Letras Verdes - revista Latinoamericana de Estudios Socioambientales
Título Anoordem crescente Idioma
Estados Nacionales, Conflictos Ambientales y Minería en América Latina 2013 Português
Revista: Campos (UFPR)
Título Anoordem crescente Idioma
Resenha do livro Festa da Política: uma etnografia da modernidade no sertão (Buritis / MG) de Christine de Alencar 2004 Português
Revista: Proposta (Rio de Janeiro)
Título Anoordem crescente Idioma
Uma resenha de Exportação brasileira de produtos intensivos em energia: implicações sociais e ambientais de Célio Bermann 2003 Português
Revista: Horizontes Antropológicos (UFRGS. Impresso)
Título Anoordem crescente Idioma
Encontros e desencontros entre a política e o mercado: uma antropologia das trocas no espaço do marketing político 2003 Português
Revista: Gecta de Antropologia
Título Anoordem crescente Idioma
Imágenes, marqueting y cosas de este mundo 1999 Espanhol
Revista: Mana (UFRJ. Impresso)
Título Anoordem crescente Idioma
Resenha de Le Nombre et la Raison: La Révolution Française et les Élections de Gueniffey 1997 Português
Resenha do livro Faire L'Opinion: le nouveau jeu politique de Patrick Champagne 1995 Português
Revista: Comunicações do PPGAS/MN
Título Anoordem crescente Idioma
O visível e o invisível. Considerações sobre uma candidatura. 1995 Português
Revista: Democracia Viva
Título Anoordem crescente Idioma
A natureza, é nossa? 1995 Português
Revista: Cuadernos de Antropología Social (Impresa)
Título Anoordem crescente Idioma
El tiempo de la política 1993 Espanhol
Educación y prestigio 1988 Espanhol
Revista: Publicar en Antropologia y Ciencias Sociales
Título Anoordem crescente Idioma
Una aproximación crítica a 'Un ejemplo de hermenéutica bíblica etnográfica: El caso Mataco'de Mario Califano. 1993 Espanhol