Iris Maria da Costa Amâncio

IRIS AMÂNCIO (Iris Maria da Costa Amâncio Kamwa) é professora de Literaturas Africanas de Língua Portuguesa, de Literatura Portuguesa e de Estudos Comparados em Literaturas de Língua Portuguesa na Universidade Federal Fluminense. Doutora em Estudos Literários/Literatura Comparada pela Universidade Federal de Minas Gerais (2001), desenvolveu pesquisa em nível de Pós-doutorado junto à Universidade Federal de Minas Gerais e à Universidade de Coimbra em 2014, sobre o Ensino de Literaturas Africanas. Participa da coordenação do LICAFRO ? Laboratório de Literaturas e Culturas Africanas e da Diáspora Negra da UFF (CNPq), colabora com vários NEABs (Núcleos de Estudos Afro-brasileiros), além de integrar diversas iniciativas científicas, socioculturais e políticas no Brasil e no Exterior, voltadas para as literaturas e culturas africanas e afro-brasileira, as relações coloniais Portugal-África, assim como para a problematização das relações étnico-raciais. De 2000 a 2010, ofereceu cursos e palestras em Moçambique e em Angola. Tem livros (ensaio e literatura infantojuvenil) e artigos acadêmico-científicos publicados. Em 2014, iniciou investigação para consolidar o conceito de "letramento afroliterário". Em 2019, foi agraciada com a ?Medalha Santos Dumont? pelo Governo do Estado de Minas Gerais, por seus relevantes feitos em prol da Educação nacional por meio do ensino de Literatura Negra, da promoção de leituras antirracistas, como também da edição de livros de autoras e autores negros. Isso porque acredita no papel da Educação e do Letramento Afroliterário como ferramentas fundamentais para a construção de um futuro sustentável para o mundo. Atualmente, dedica-se a projetos de pesquisa e de extensão voltados para a a edição e circulação mercadológica de obras literárias e científicas de escritoras e escritores africanos; a produção literária de mulheres negras africanas e afrodiaspóricas; o Teatro Africano de Língua Portuguesa; a inovação social por meio da edição de livros junto à Nandyala Editora; e a promoção da bibliodiversidade étnico-racial e de gênero.
 
Contato: irisamanciouff@gmail.com | @nandyalalivrariaeditora

É da imprensa e quer entrar em contato? Fale com a Assessoria de Imprensa da UFF