Gustavo de Oliveira Martins

Formado pela Escola de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal Fluminense (EAU UFF) em 2000, torna-se Mestre pelo programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo PPGAU da Universidade Federal Fluminense em 2006 e Doutor em Arquitetura e Urbanismo pelo PPGAU UFF em 2021. 
Quando recém-formado, em 2001, foi um dos jovens arquitetos Sul americanos, convidados pelo Ministério de Fomento da Espanha, través de um concurso internacional, a fazer parte do time de profissionais recém-formados, que colaboraram nas equipes de renomados Ateliês de Arquitetura no Seminário Internacional MADRI GAMES, em Madri ? Espanha. 
Em 2003 deu início a sua carreira acadêmica como professor substituto no Departamento de Arquitetura (DPA) na FAU UFRJ (2003/04 ? 2006/07 e 2009). Paralelamente, em 2006, passa a ser professor da UNESA (Universidade Estácio de Sá). Em 2009 torna-se Professor na EAU UFF. Assume, em 2011, a coordenação do curso de Arquitetura e Urbanismo na unidade UNESA de Niterói RJ. Durante 2015/16 torna-se coordenador e professor do curso Pós-graduação MA.DE.IN no Instituto Europeu de Design (IED Rio). Posteriormente, em 2017, assume o papel de GNC - Gestor Nacional dos Cursos de Arquitetura e Urbanismo da YDQS até os dias atuais.
A carreira profissional, teve início logo após a conclusão do curso de graduação em 2000, em virtude do Primeiro Prêmio no concurso de ideias para o Museu do Telephone (atual OI Futuro), fundou com outros sócios, o ateliê de arquitetura - OA (OFICINA de Arquitetos), que acumula desde sua criação mais de 25 premiações nacionais e internacionais na área de arquitetura e urbanismo, atuando principalmente em projetos institucionais de cunho educacional e cultural, como os projetos para o edifício da ANVISA ? PNUD na cidade Universitária no Rio de Janeiro, o Núcleo de Estudos em Águas e Gerenciamento de Biomassa (NAB) no campus da UFF Praia Vermelha em Niterói, os complexos culturais do Cine Teatro Mussi e da Casa Polaski em Santa Catarina, o edifício que abriga Refeitório, Biblioteca e Arquivo do CEFET Maracanã, o Museu da Academia Nacional de Medicina (ANM-RJ), o edifício que abrigará a nova Biblioteca da EAU UFF, o Centro de Preservação da História Ferroviária do Rio de Janeiro (Museu do Trem), a NAVE: Núcleo Avançado em Educação - Colégio Estadual José Leite Lopes, na Tijuca - Rio de Janeiro, a Escola de Ensino Experimental Cicero Dias em Recife, dentre outros. Desde 2013, seu escritório AO, faz parte do consórcio Rioprojetos2016, que desenvolveu o projeto arquitetônico da Arena do Futuro, Equipamento Olímpico Temporário, cujo objetivo é se transformar em quatro Escolas Municipais. 
Possui participações com seus projetos e trabalhos em diversos Seminários Nacionais e Internacionais, Bienais de Arquitetura e Congressos, como a 6º Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo - Viver na Cidade em 2005; Exposição - Encore Moderne? Architectute bresilienne 1928-2005 em Paris; MIRA 2006 - II Mostra Internacional Rio Arquitetura; V Bienal Iberoamericana de Arquitectura y Urbanismo em 2006; Workshop Internacional Unsolicited Architecture, promovido pelo NAi e Studio X em 2010; XIX Bienal Panamericana de Arquitetura de Quito - BAQ 2014; X Bienal Iberoamericana de Arquitectura y Urbanismo em 2016; XX Bienal Panamericana de Arquitectura de Quito - BAQ 2016; o 25th IAKS Congress em 2017, e atualmente, é um dos arquitetos convidados para o 27º Congresso Mundial de Arquitetos UIA2021RIO.

É da imprensa e quer entrar em contato? Fale com a Assessoria de Imprensa da UFF