Obsessão ou delírio? Descrição fenomenológica de uma paciente com transtorno dismórfico corporal