O que a análise semiótica de um jogo do Mario tem a dizer sobre a interatividade nos videogames