A morte estampada nas capas de jornais: uma análise semiótica do Massacre de Realengo