A dinâmica da tortura no superencarceramento brasileiro: padrões da violência institucional e reflexões políticas