Coronavirus, verdade e ciencia: Obstáculos e oportunidades para uma nova (velha) espistemologia