CONTAMINAÇÃO DE CELULARES EM UNIDADES DE TERAPIA INTENSIVA E A SEGURANÇA DO PACIENTE