História Social

Pesquisador

Clarissa Moreira dos Santos Schmidt

Professora Adjunta no Departamento de Ciência da Informação da Universidade Federal Fluminense - UFF. Doutora em Ciência da Informação (2012) pelo Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP). Sua Tese intitulada Arquivologia e a construção de seu objeto científico: trajetórias, concepções, contextualizações, foi a vencedora do II Prêmio Maria Odila Fonseca, oferecido pela AAB - Associação dos Arquivistas Brasileiros. Graduada em Arquivologia pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO).

Paulo Knauss de Mendonça

Possui graduação em História pela Universidade Federal Fluminense (1987), mestrado em História pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1990) e doutorado em História pela Universidade Federal Fluminense (1998), tendo realizado pós-doutorado na Universidade de Estrasburgo, França (2006). É professor do departamento de História e membro do Laboratório de História Oral e Imagem da Universidade Federal Fluminense (UFF) e exerce o cargo de Diretor do Museu Histórico Nacional (MHN).

Ivan Ducatti

Professor Adjunto de História Contemporânea junto ao Instituto de Estudos Comparados em Administração de Conflitos (InEAC) da Universidade Federal Fluminense (UFF). Pós-doutor pela Escola de Serviço Social (ESS) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Vice-coordenador do NEGREM (Núcleo de Estudos de Trabalho, Gênero e Raça/Etnia a partir do Materialismo Histórico-Dialético) (UNIRIO). Doutor em História Social pela Universidade de São Paulo (USP/SP), cuja tese desenvolve-se sobre História e Saúde Pública.

Margareth da Silva

Possui graduação em História pela Universidade Federal Fluminense (1983), mestrado em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1995) e doutorado em História Social pela Universidade de São Paulo (2015). Atualmente é professor Adjunto da Universidade Federal Fluminense, membro Câmara Técnica de Documentos Eletrônicos do Conselho Nacional de Arquivos e professor credenciado no Programa de Pós-Graduação em Memória e Acervos da Fundação Casa de Rui Barbosa.

Carolina Coelho Fortes

Possui graduação em História pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2000), mestrado em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2003) e doutorado em História pela Universidade Federal Fluminense (2011).

Alexandre Carneiro Cerqueira Lima

Professor Associado de História Antiga do Departamento de História da Universidade Federal Fluminense, atua no ensino e na pesquisa de práticas culturais da Grécia Antiga. É orientador de pesquisas de pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado) no PPGH UFF, membro permanente do Núcleo de Estudos de Representações e de Imagens da Antiguidade (NEREIDA ? UFF) e membro associado do da UMR8210 Anthropologie et Histoire des Mondes Antiques (ANHIMA - Paris).

Carlos Eduardo Valencia Villa

Professor de História de América na Universidade Federal Fluminense em Campos e pesquisador Cnpq. Possui graduação em História - Universidade Nacional de Colômbia (2002), mestrado em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2008) e é doutor em História pela Universidade Federal Fluminense (2012). Foi professor visitante na Universidade da República do Uruguai, pesquisador convidado da Universidade da Virgínia e da Sociedade Histórica da Virgínia. Também foi professor da Universidade do Rosário em Bogotá e da Universidade Nacional da Colômbia (Bogotá).

Sergio de Sousa Montalvão

Graduado em História pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1992), mestre em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2001) e doutor em História, Política e Bens Culturais pelo CPDOC da Fundação Getúlio Vargas (2011). Professor de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas, no Departamento de Administração da Universidade Federal Fluminense (UFF). Professor colaborador do Programa de Pós-graduação em Administração (PPGAd-UFF), na linha Estado, Organizações e Sociedade (EOS). Coordena o Laboratório História.

Joaci Pereira Furtado

Graduado (1988) em história pela Universidade Federal de Ouro Preto, é mestre (1994) e doutor (2001) em história social pela USP. Autor de livros didáticos e paradidáticos de história, organizou edição das "Cartas chilenas", de Tomás Antônio Gonzaga (Companhia das Letras). Sua dissertação de mestrado, "Uma república de leitores: história e memória na recepção das 'Cartas chilenas' (1845-1989)", publicada pela Hucitec, recebeu os prêmios Moinho Santista Juventude 1996 (hoje Prêmio Bunge Juventude) e Jabuti 1997 (categoria Ensaio e Biografia).

Ana Célia Rodrigues

Pós-Doutorado pela Universidade de São Paulo (2015) e pela Universidad Carlos III de Madrid, Espanha (2013-2014), com bolsa CAPES. Doutorado (2008) e Mestrado (2003) em História Social pela Universidade de São Paulo. Graduação em História pelo Instituto Superior de Ciências, Letras e Artes de Três Corações (1988). Especialização em Organização de Arquivos pelo Instituto de Estudos Brasileiros da Universidade de São Paulo (1992) e pela Escuela Nacional de Archiveros do Peru, OEA (1993).

Rodrigo Nunes Bentes Monteiro

Professor associado de História Moderna na Universidade Federal Fluminense. Doutor em História Social pela Universidade de São Paulo (1999), mestre em História Social pela Universidade de São Paulo (1993), licenciado e bacharel em História pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1988). Áreas de atuação: História Moderna, com ênfase em cultura política, história intelectual, história do livro, materialidade e interpretação de manuscritos e impressos da Época Moderna.

Márcia Regina da Silva Ramos Carneiro

Professora Associada, lotada no Instituto de Ciências da Sociedade e Desenvolvimento Regional da Universidade Federal Fluminense, atuando no Departamento de História nas Disciplinas História do Brasil Republicano e História Econômica Geral ( Curso de Ciências Econômicas). Possui Graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, Graduação em História, Especialização em História do Brasil, Mestrado em História Social e Doutorado em História Social pela Universidade Federal Fluminense.

Alejandra Luisa Magalhães Estevez

Possui graduação em Historia pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (2005) e mestrado em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2008), no qual debruçou-se sobre o estudo da Juventude Operária Católica (JOC) e da Ação Católica Operária (ACO). É doutora em Sociologia pelo Programa de Pós-graduação em Sociologia e Antropologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (PPGSA/UFRJ), onde investigou a atuação de líderes católicos na Diocese de Volta Redonda/ Barra do Piraí (1966-2010) e sua relação com o movimento sindical.

Manuel Rolph De Viveiros Cabeceiras

Bacharel e Licenciado em História pela UFRJ (1983, 1984), Mestre em História Social (História Antiga) pela mesma universidade (1999), Doutor pela UFF (2013), é professor do Departamento de História da Universidade Federal Fluminense (UFF), onde fundou, com outros docentes e pesquisadores, o Centro de Estudos Interdisciplinares da Antiguidade (CEIA-UFF) e atua na área de Ensino de História e da História da Antiguidade Greco-Romana e da Alta Idade Média.

Valeria Lima Guimaraes

Doutora em História Comparada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2012); Mestre em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2001); especialista em turismo, com ênfase em planejamento, gestão e marketing pela Universidade Católica de Brasília (2005) ; bacharel em Turismo pela UniverCidade (2007); bacharel e licenciada em História pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1998); guia de turismo, com registro na EMBRATUR, pelo CIETH (2002). É professora adjunta da Faculdade de Turismo e Hotelaria da Universidade Federal Fluminense.

Ronald Jose Raminelli

Possui doutorado em História Social pela Universidade de São Paulo (1994) e realizou estágio pós-doutoral na Ecole des Hautes Etudes en Sciences Sociales - Paris (2002-2003)e na Unicamp (2011-2012). Atualmente é professor titular da Universidade Federal Fluminense e associate Editor da Oxford University Press. Tem experiência na área de História Moderna, com ênfase em História do Brasil e da América, atuando principalmente no estudo das estratégias de ascensão social, da formação da nobreza ultramarina a partir dos serviços prestados à Monarquia.

Gabriel Passetti

Professor de História das Relações Internacionais na Universidade Federal Fluminense, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Estudos Estratégicos da Defesa e Segurança (PPGEST-INEST-UFF). Doutor em História Social pela Universidade de São Paulo (2010), onde também concluiu o bacharelado (2002), a licenciatura (2003), o mestrado (2005) e o pós-doutorado (2013). Vice-coordenador do PPGEST-UFF. É editor executivo da Revista Eletrônica da ANPHLAC e integrante do conselho editorial da Revista Brasileira de Estudos Estratégicos.

Samantha Viz Quadrat

possui graduação em História pela Universidade Federal Fluminense (1995), mestrado em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2000) e doutorado em História pela Universidade Federal Fluminense (2005). Atualmente é professora associada de História da América Contemporânea da Universidade Federal Fluminense, onde atua no Laboratório de História Oral e Imagem (LABHOI) e no Núcleo de Pesquisa História e Ensino das Ditaduras (NUPHED).

Tâmis Peixoto Parron

Professor e pesquisador do Instituto de História da Universidade Federal Fluminense (UFF), atuo no campo de história comparada mundial, com ênfase em capitalismo e escravidão. Atualmente, finalizo um livro sobre a ascensão e crise do escravismo negro nas Américas no primeiro século 19 (1780-1865).

Marcelo da Rocha Wanderley

MARCELO DA ROCHA WANDERLEY É PROFESSOR DE HISTÓRIA DA AMÉRICA COLONIAL DA UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE. ATUOU COMO COORDENADOR EXECUTIVO DA COMPANHIA DAS ÍNDIAS - NÚCLEO DE HISTÓRIA IBÉRICA E COLONIAL NA ÉPOCA MODERNA DO DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA DA MESMA UNIVERSIDADE ENTRE 2013-14.

Adriene Baron Tacla

possui graduação e licenciatura em História pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1999), mestrado em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2001) e doutorado em Arqueologia, com tese em Pré-história Européia, pela University of Oxford (2007).

Fábio Ferreira Ribeiro

Professor Adjunto da Universidade Federal Fluminense (UFF), mesma instituição pela qual Fábio Ferreira obteve o título de Doutor em História, no ano de 2012. Mestre em História Social pelo Programa de Pós-Graduação em História Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro, PPGHIS/UFRJ (2007). Possui graduação em História pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ (2005). Tem experiência na área de História, com ênfase em História Ibero-Americana (Política e Econômica) e Metodologia de Pesquisa.

Renata Rodrigues Vereza

Possui graduação em História pela UFF (1995), mestrado em História Social pela USP (1998) e doutorado em História Social pela UFRJ (2007). Atualmente é professora do Depto. História da Universidade Federal Fluminense. Tem experiência na área de História, com ênfase em História Ibérica, atuando principalmente nos seguintes temas: história medieval, história iberica, história urbana e conflitos etnicos. Conta com experiência, também, em gestão univeristária, em especial, nas áreas de pesquisa e pós-graduação.

Alexsander Lemos de Almeida Gebara

Possui graduação em História pela Universidade Estadual de Campinas (1998) e mestrado em História Social pela Universidade de São Paulo (2001) e doutorado pela mesma instituição em 2006. Atualmente é professor de história da África na Universidade Federal Fluminense. Trabalha com pesquisa e docência na área de História, com ênfase em História da África, especialmente com viajantes e relatos de viagem e análise do discurso colonial.

Julio Cesar Medeiros da Silva Pereira

Possui graduação em História pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2004), mestrado em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2006) e doutorado em História das Ciências pela Fundação Oswaldo Cruz (2011). Atualmente é diretor de estudos e pesquisa - Instituo de Pesquisa e Memória Pretos Novos, coordenador do núcleo de pesquisa histórica - Instituo de Pesquisa e Memória Pretos Novos e professor adjunto da Universidade Federal Fluminense. , atuando principalmente nos seguintes temas: escravidão, doenças, história social, tráfico escravo e morte.

Renato de Mattos

Bacharel (2006) e Licenciado (2007) em História pela Universidade de São Paulo (USP). Mestre (2009) e Doutor (2015) em História Social pela Universidade de São Paulo (USP), ambos com bolsa da Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). Professor Adjunto II do Departamento de Ciência da Informação do Instituto de Artes e Comunicação Social da Universidade Federal Fluminense (IACS/UFF). Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal Fluminense (PPGCI/UFF).

Luciano Raposo de Almeida Figueiredo

Professor titular da Universidade Federal Fluminense e editor do site Impressões Rebeldes: www.historia.uff.br/impressoesrebeldes
Graduado em História pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1982), Mestre e Doutor em História Social pela Universidade de São Paulo (1989 e 1996, respectivamente).

Subscrever História Social