Manoela da Silva Pedroza

Bacharel e licenciada em História pela Universidade Federal Fluminense (2000), com mestrado em História pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2003), especialização em História do Século XX pela Universidade Cândido Mendes (2005) e doutorado em Ciências Sociais pela UNICAMP (2008). Realizou dois estágios de pós-doutorado na Universidade de Montréal (UdeM-Canadá em 2009). Sua tese de doutorado "Engenhocas da Moral" recebeu 2o lugar no Prêmio Arquivo Nacional de Pesquisa de 2009, e foi publicada pelo Arquivo Nacional em 2011. Publicou em 2015 "Conflicts of Property Rights of Land in Brazil: the moral economy of carioca tenancies", pela Edwin Mellen Press (Lewinston, NY), além de inúmeros artigos em periódicos e capítulos de livros. Em 2018 defendeu segunda tese de doutorado com título "Capítulos para uma história social da propriedade na América portuguesa. O caso dos aforamentos na Fazenda de Santa Cruz (1600-1870)" no PPGH-UFF. De 2010 a 2018 foi professora adjunta com dedicação exclusiva do Instituto de História e do PPGHIS da UFRJ,e coordenadora do Laboratório de Experimentação em História Social da UFRJ. Desde 2018 é professora adjunta do Departamento de História da UFF-Universidade Federal Fluminense. É líder do grupo de pesquisa do CNPq "Laboratório de Experimentação em História Social do Rio de Janeiro". Concentrou suas pesquisas nas áreas de História Agrária, História Econômica, História da Propriedade e Micro-economia camponesa, tendo como principais objetos movimentos sociais rurais, sistemas de transmissão de terras, direitos de propriedade sobre a terra, economias morais, sistemas econômicos não-capitalistas e reprodução social de grupos camponeses.

Quer entrar em contato? Fale com a Assessoria de Imprensa da UFF

Publicações

Revista: Topoi (Online): revista de historia
Título Anoordem crescente Idioma
Mentalidade possessória e práticas rentistas dos jesuítas (América portuguesa, séculos XVI, XVII e XVIII) 2016 Português
Revista: Em Perspectiva [on line]
Título Anoordem crescente Idioma
Desafios para a história dos direitos de propriedade da terra no Brasil 2016 Português
Novos proprietários e velhas disputas pela apropriação de terras públicas na Primeira República (estudo de caso da Fazenda Nacional de Santa Cruz, 1890-1933) 2016 Português
Revista: História e Economia
Título Anoordem crescente Idioma
Algumas possibilidades de acumulação fora do mercado da elite imperial brasileira no século XIX (Fazenda Imperial de Santa Cruz, Rio de Janeiro, 1808-1840) 2015 Português
Revista: Ruris (Campinas)
Título Anoordem crescente Idioma
Sanear, despejar, resistir: Revisitando o debate sobre a luta pela terra nos Sertões Cariocas e Baixada Fluminense nas décadas de 1940 e 1950 2012 Português
Revista: Tempos Históricos (EDUNIOESTE)
Título Anoordem crescente Idioma
Outro olhar sobre a urbanização, expropriação e ação política nos sertões cariocas (Rio de Janeiro, 1950-1968) 2012 Português
O debate na historiografia marxista brasileira sobre trabalhadores rurais no século XX 2005 Português
Revista: Histoire et Societes Rurales
Título Anoordem crescente Idioma
Terres en indivis, économie morale et réciprocités inégales au Brésil du 19e siècle. L?exemple de la paroisse de Campo Grande, Rio de Janeiro 2010 Francês
Revista: Análise Social
Título Anoordem crescente Idioma
Estratégias de reprodução social de famílias senhoriais cariocas e minhotas (1750 a 1850) 2010 Português
Revista: Varia História (UFMG. Impresso)
Título Anoordem crescente Idioma
Passa-se uma engenhoca: ou como se faziam transações com terras, engenhos e crédito em mercados locais e imperfeitos (freguesia de Campo Grande, Rio de Janeiro, séculos XVIII e XIX) 2010 Português
Revista: Revista de História (USP)
Título Anoordem crescente Idioma
Transmissão de terras e direitos de propriedade desiguais nas freguesias de Irajá e Campo Grande (Rio de Janeiro, 1740-1856) 2009 Português
Revista: ESTUDOS IBERO-AMERICANOS (PUCRS. IMPRESSO)
Título Anoordem crescente Idioma
O mundo dos fundos, ou quem eram os vizinhos dos engenhos de açúcar no Rio de Janeiro colonial? (freguesia de Campo Grande, Rio de Janeiro, 1777-1813) 2009 Português
Revista: Topoi (Rio de Janeiro)
Título Anoordem crescente Idioma
Capitães de bibocas: casamentos e compadrios construindo redes sociais originais nos sertões cariocas (Capela de Sapopemba, freguesia de Irajá, século XVIII) 2008 Português
Revista: Dimensões: Revista de História da UFES
Título Anoordem crescente Idioma
De grão em grão: organização e mediação das lutas de lavradores na baixada fluminense (1950 a 1968) 2004 Português
Revista: Cadernos do CEOM (UNOESC)
Título Anoordem crescente Idioma
Herança de disciplina: a memória social do ruralismo sobre os trabalhadores rurais no estado do rio de janeiro (1900-1920) 2003 Português
Revista: Trajetos (UFC)
Título Anoordem crescente Idioma
Lavradores radicais: táticas da luta nos sertões cariocas (1950-68) 2003 Português
Revista: Métis (UCS)
Título Anoordem crescente Idioma
Táticas camponesas da luta pela terra nos sertões cariocas (1950-68): um exemplo de práticas da cultura popular rebelde 2003 Português
Revista: Estudos (UCGO. Impresso)
Título Anoordem crescente Idioma
Lavradores radicais: especificidades das táticas da luta pela terra dos posseiros dos sertões cariocas (1950-68) 2003 Português
Revista: Saúde em Debate
Título Anoordem crescente Idioma
O acesso e a descentralização na análise de sistemas de saúde 2000 Português
Revista: Cadernos de Saúde Pública (FIOCRUZ)
Título Anoordem crescente Idioma
Operacionalizando as categorias acesso e descentralização na análise de sistemas de saúde 2000 Português
Revista: Cadernos de Saúde Pública (ENSP. Impresso)
Título Anoordem crescente Idioma
Desafios na construção de um modelo para análise comparada da organização de serviços de saúde 1999 Português