Luís Maffei

Professor de Literatura Portuguesa da Universidade Federal Fluminense. Possui graduação em Letras pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1999), mestrado (2003) e doutorado (2007) em Literatura Portuguesa pela mesma instituição - neste último, apresentou a tese DO MUNDO DE HERBERTO HELDER. Como ensaísta, publicou os livros DO MUNDO DE HERBERTO HELDER (Oficina Raquel, 2017), CIRANDA DA POESIA - MANUEL DE FREITAS POR LUIS MAFFEI (EdUERJ, 2015), DESPEJO QUIETO - ENSAIOS SOBRE POESIA PORTUGUESA (EdUFF, 2015) e, com Pedro Eiras, A VIDA REPERCUTIDA - UMA LEITURA DA POESIA DE GASTÃO CRUZ (Lisboa, Esfera do Caos, 2012). Organizou, em parceria com Diana Pimentel, ATÉ QUE - HERBERTO HELDER (Lisboa, Guilhotina, 2015); com Ida Alves, o livro POETAS QUE INTERESSAM MAIS - LEITURAS DA POESIA PORTUGUESA PÓS-PESSOA (Azougue); com Lilian Jacoto, SOLDADO AOS LAÇOS DAS CONSTELAÇÕES - HERBERTO HELDER (Lumme); e com Jorge Fernandes da Silveira, POESIA 61 HOJE (Oficina Raquel). É também poeta, tendo publicado, em 2006, A; em 2008, TELEFUNKEN; em 2010; 38 CÍRCULOS; em 2011, PULSATILLA; em 2013, SIGNOS DE CAMÕES; em 2015, 40; e, em 2016, VISTA DE OLIMPIA. Em 2012, estreou como contista com o livro CONTOS DA COLINA ? 11 ÍDOLOS DO VASCO E SUA IMENSA TORCIDA BEM FELIZ, escrito em parceria com Nei Lopes e Mauricio Murad. Coorganizou, com Mayara R. Guimarães, o livro de contos EXTRATEXTOS 1 - CLARICE LISPECTOR, PERSONAGENS REESCRITOS, no qual também participa como contista. Como ensaísta, tem textos publicados em diversas revistas, como METAMORFOSES, IPOTESI e VIA ATLÂNTICA, e as portuguesas COLÓQUIO/LETRAS, RELÂMPAGO, TELHADOS DE VIDRO e CADERNOS DE LITERATURA COMPARADA. Coordena, para a editora Oficina Raquel, a série PORTUGAL, 0, dedicada à novíssima poesia portuguesa.
Pelo conjunto da obra, recebeu o prêmio Icatu de Artes - Literatura, 2013. É Sócio Benfeitor do Real Gabinete Português de Leitura do Rio de Janeiro.

Quer entrar em contato? Fale com a Assessoria de Imprensa da UFF

Publicações

Revista: Colóquio. Letras
Título Anoordem crescente Idioma
resenha a Poesis, de Maria Teresa Horta 2019 Português
resenha a Constelações 2, de Pedro Eiras 2018 Português
resenha a Mutações da literatura no século XXI, de Leyla Perrone-Moisés 2017 Português
resenha a A NOITE ABRE MEUS OLHOS, de José Tolentino Mendonça 2015 Português
resenha a DA CAPO, de Inês Dias 2015 Português
"Em lugar de imperfeição" - Sophia entre contemporâneos 2011 Português
recensão crítica a O LIVRO DO SAPATEIRO, de Pedro Tamen 2010 Português
Recensão crítica a MODERNIDADE LÍRICA: CONSTRUÇÃO E LEGADO 2009 Português
Revista: REVISTA CONVERGÊNCIA LUSÍADA
Título Anoordem crescente Idioma
O amor como impossibilidade: desejo e(m) escrita com Mariana 2018 Português
Revista: Diadorim (Rio de Janeiro)
Título Anoordem crescente Idioma
Fiama, camoniana 2018 Português
Sophia, Ruy Belo e o difícil emprego de obs curas navegações 2012 Português
Da memória ao mais duro presente, como se move a poesia de Luís Quintais 2009 Português
Herberto Helder, sim, o poema contínuo 2006 Português
Revista: Translocal
Título Anoordem crescente Idioma
Que poder de ensino o destas coisas quando em idioma 2018 Português
Revista: Metamorfoses. Revista da Cátedra Jorge de Sena da Faculdade de Letras da UFRJ
Título Anoordem crescente Idioma
Camões e o real 2017 Português
Sena: crítico 2008 Português
Recensão a A MOEDA DO TEMPO, de Gastão Cruz 2008 Português
Recensão a REPERCUSSÃO, de Gastão Cruz 2005 Português
Recensão a MONGÓLIA, de Bernardo Carvalho 2004 Português
Revista: Via Atlântica (USP)
Título Anoordem crescente Idioma
Para glória da doença? Leituras do mal de Camões 2016 Português
Cesário e uma cara de seu tempo (que não foi outra) 2009 Português
"Canto a beleza, canto a putaria": de Bocage a Camões, de Bocage e Camões a Adília 2007 Português
Revista: Revista Letras Com Vida - Literatura, Cultura e Arte
Título Anoordem crescente Idioma
Uma rosa é uma freira é uma menina é uma marquesa 2016 Português
Revista: FuLiA / UFMG
Título Anoordem crescente doi Idioma
O futebol no capitalismo: uma poética da contradição? 2016 10.17851/fulia.v1i1.10985 Português
Revista: Letras & Letras (Online)
Título Anoordem crescente Idioma
Gloriosos pois fingidos: o esvaimento dos deuses e o consílio marítimo d'Os Lusíadas 2014 Português
Revista: Convergência Lusíada
Título Anoordem crescente Idioma
Servidões ou a morte como camoniano gesto ético 2014 Português
resenha a O Tejo é um rio controverso: António José Saraiva contra Luís Vaz de Camões (Jorge Fernandes da Silveira) 2012 Português
Apresentação (Convergência Lusíada nº 25) 2011 Português
Revista: Revista de Estudios Portugueses y Brasileños
Título Anoordem crescente Idioma
Castela em Camões 2014 Português
Revista: Abril (Niterói)
Título Anoordem crescente Idioma
Banquetes, manjares desusados 2014 Português
Apresentação (revista Abril nº 8) 2012 Português
Apresentação (Revista Abril nº 4) 2010 Português
A impura máquina de música de Manuel de Freitas - uma resenha a JUKEBOX 2 2009 Português
Revista: Pequena Morte
Título Anoordem crescente Idioma
Eu estou aqui - sobre Você está aqui, de João Luís Barreto Guimarães 2014 Português
O poder de inscrever na luz 2013 Português
As palavras e as formas 2011 Português
A ausência da simbologia de Deus ou a culpa pode ser do Herberto Helder 2010 Português
Opacidade e transparência 2010 Português
Uma agônica densidade 2009 Português
?o chão é um atlas das viagens que faço?: uma entrevista com nuno júdice 2009 Português
Uma ideia tênue de mulher 2009 Português
Respostas imperfeitas 2009 Português
Como tocar um dia-noite 2009 Português
Udenlandsk 2008 Português
Uma boca muito aberta 2008 Português
Ósculo e opúsculo 2008 Português
Era antes da morte 2008 Português
Ler a Mensagem, hoje pois sempre 2008 Português
De poesia e outras estrofes: entrevista com Rosa Maria Martelo 2008 Português
Move-se amante 2008 Português
Uma aderência, uma pertença, uma aliança 2007 Português
Come pão, poetisa 2007 Português
Jaz o nome, o fruto jaz 2007 Português
A música da aurora, a música do inferno 2007 Português
Revista: Revista Letras (Curitiba)
Título Anoordem crescente Idioma
Ler Camões com Eduardo Lourenço ou Camões no futuro com Paulo da Gama e outras amorosas companhias 2014 Português
Revista: Remate de Males
Título Anoordem crescente Idioma
SEGUNDO CAMÕES, A PEDAGOGIA DE VÊNUS E CUPIDO PELO AMOR NO MUNDO 2014 Português
Revista: MOARA
Título Anoordem crescente Idioma
Política em poesia no avesso da publicidade: Uma leitura de Manuel de Freitas 2013 Português
Revista: Relâmpago (Lisboa)
Título Anoordem crescente Idioma
Trabalhar a morte - sobre Servidões, de Herberto Helder 2013 Português
O nome antológico 2011 Português
A explosão dos limites - recensão crítica a CAMPOS DE RELÂMPAGOS - LEITURAS DO EXCESSO NA POESIA DE LUÍS MIGUEL NAVA, de RIcardo Vasconcelos 2010 Português
O desemprego em Campos - mais certos biscates de Cesário e Sá-Carneiro, Camões às voltas com uns relógios de ponto e Soares cônscio de que é preciso dinheiro para viajar à China 2009 Português
Entre não e sim, a fome, a maravilha 2008 Português
Revista: Revista do Centro de Estudos Portugueses (UFMG)
Título Anoordem crescente Idioma
Ruy Belo é o ensaísta vivo que me interessa mais 2013 Português
Revista: Scripta (PUCMG)
Título Anoordem crescente Idioma
O amante japonês, de Armando Silva Carvalho: sobrevivência ou desaparecimentos dos vaga-lumes? 2013 Português
O tempo do falo, o intercâmbio: um Camões e uma Luiza, com cahpeuzinho a meio 2008 Português
Por que não falte nunca onde sobeja, ou melhor, excesso e falta na lírica de Herberto Helder 2006 Português
Revista: Cadernos de Letras da UFF
Título Anoordem crescente Idioma
Apresentação (Caderno de Letras 40) 2010 Português
Revista: Revista Água da Palavra
Título Anoordem crescente Idioma
Se tão perverso preço cabe em verso 2 - ainda Bessa, ainda Machado 2010 Português
Revista: Portuguese Literary & Cultural Studies
Título Anoordem crescente Idioma
recensão a ESQUECER FAUSTO, de Pedro Eiras 2010 Português
Revista: Todas as Musas: Revista de Literatura e das Múltiplas Linguagens da Arte (Online)
Título Anoordem crescente Idioma
Herberto Helder, um retrato 2010 Português
Revista: Sibila (Cotia)
Título Anoordem crescente Idioma
Seu próprio hypo- 2010 Português
Revista: Gragoatá (UFF)
Título Anoordem crescente Idioma
O dinheiro como metáfora ou a (não) metáfora do dinheiro em dois poemas de Jorge de Sena 2009 Português
O vate de Freitas ou Camões decerto não se importará 2005 Português
Revista: Diacrítica (Braga)
Título Anoordem crescente Idioma
(77 x 14) + 2009: 38 beleza (herbertequação) 2009 Português
O mundo mais contemporâneo: a morte, a memória, os versos (a propósito d'A MOEDA DO TEMPO) 2007 Português
Revista: Cadernos de Literatura Comparada
Título Anoordem crescente Idioma
Se tão perverso preço cabe em verso 2009 Português
Revista: Forma breve (Universidade de Aveiro)
Título Anoordem crescente Idioma
Camões em Adília Lopes 2009 Português
Revista: Itinerários (UNESP)
Título Anoordem crescente Idioma
Como fosse um poema: algo sobre A CASA DO DIABO, de Mafalda Ivo Cruz 2008 Português
Revista: Ipotesi (UFJF)
Título Anoordem crescente Idioma
Que corpo escrever, que relação, que mundo? Virgínia Boechat e Catarina Nunes de Almeida, hoje 2008 Português
Revista: Textura (Canoas)
Título Anoordem crescente Idioma
Luís Miguel Nava: a glória e a ruína do corpo 2008 Português
Poetas sem qualidades: em busca da contemporaneidade possível 2006 Português
Revista: Telhados de vidro
Título Anoordem crescente Idioma
Gatos (de Campos, de O'Neill, de Ruy Belo) e gatas (minhas) 2007 Português
Revista: Glauks (UFV)
Título Anoordem crescente Idioma
A transgressão e o lirismo num romance de Mafalda Ivo Cruz 2007 Português
Revista: O Marrare
Título Anoordem crescente Idioma
Uma imagem de Camilo Pessanha vista por Luís Miguel Nava 2006 Português
Revista: Crítica & Companhia
Título Anoordem crescente Idioma
Um autor necessário, um romance de urgência: acerca de O AMOR É FODIDO, de Miguel Esteves Cardoso 2006 Português
Revista: Revista Camoniana
Título Anoordem crescente Idioma
O poeta em poetas: alguns Camões do século XX 2005 Português
Situações do amor no DUENDE de António Franco Alexandre 2005 Português
Revista: Revista Alpha (Patos de Minas)
Título Anoordem crescente Idioma
Alberto Caeiro e Manoel de Barros, juntos e dois, como a mão direita e a esquerda 2005 Português