Javier Blank

Professor Adjunto da Escola de Serviço Social da Universidade Federal Fluminense. Atualmente ministra a disciplina "Acumulação capitalista e questão social". Coordena o projeto de pesquisa "As funções do Estado e a crise do capital". Leva adiante junto com estudantes da UFF o projeto "Cine Orla", de exibição de cinema a céu aberto na orla do campus de Gragoata (UFF).

Doutor em Serviço Social pela Escola de Serviço Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro (2010). Comunicador Social (com especialização em Pesquisa em Comunicação Social) pela Escuela de Ciencias de la Información de la Universidad Nacional de Córdoba, Argentina (2003).

Na tese de doutorado analisou a trajetória de des-radicalização de uma geração intelectual desde os anos de 1970 até a atualidade, focando em Manuel Castells como caso expressivo dessa geração. Mostrou o lugar de relevo que foi ocupando nesse percurso a questão do desenvolvimento das forças produtivas. A crítica radical do capital e das forças produtivas enquanto categoria específica dessa forma de vida social evidenciou o papel legitimador dessa teoria des-radicalizada no momento da crise estrutural do capital.

Posteriormente, de uma pesquisa coletiva sobre a militarização da vida social no Rio de Janeiro resultou a publicação do livro "Até o último homem. Visões cariocas da administração armada da vida social" (Ed. Boitempo).

Hoje seus estudos e publicações se centram na crítica do valor, especialmente na lógica do capital fictício e na função do Estado no processo de colapso capitalista. É também tradutor de textos em alemão sobre esses assuntos.

Quer entrar em contato? Fale com a Assessoria de Imprensa da UFF