Fabrina Magalhaes Pinto

Possui graduação em História pela Universidade Federal Fluminense (1999), mestrado (2001) e doutorado (2006) em História Social da Cultura pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, pós-doutorado em Filosofia pela PUC-Rio (2010) e pós-doutorado em Filosofia pela Universidade Federal de Minas Gerais (2016). Desde 2010, é professora adjunta de História da UFF-PUCG, atuando nas áreas de História Moderna, História Política e Filosofia do Renascimento. Suas pesquisas versam sobre Renascimento Italiano, Humanismo e Reformas Religiosas, com ênfase em autores como Coluccio Salutati, Leonardo Bruni e Erasmo de Rotterdam. É autora de diversos artigos e ensaios sobre Renascimento, entre eles a apresentação à nova tradução do Elogio da Loucura (RJ: Edipro, 2015). Organizou dois volumes sobre o período: o primeiro, Filosofia do Renascimento, hospedado na Revista O que nos faz pensar, número 27 (2010), com o professor Danilo Marcondes, e o segundo, o Dossiê temático Renascimento Italiano, publicado pela Revista Crítica Histórica, em 2015, com a professora Flávia Benevenutto. Atualmente se dedica às traduções e análises dos textos políticos do chanceler florentino Leonardo Bruni. Integra o LERen: Laboratório de Estudos Renascentistas, o LER (Laboratório de Estudos Republicanos) e coordena o grupo Retórica e Política no Humanismo Renascentista, todos na UFF.

Quer entrar em contato? Fale com a Assessoria de Imprensa da UFF