Danielle Ramos Brasiliense

Professora Adjunta do departamento de Comunicação Social da Universidade Federal Fluminense. Membro do corpo docente do Programa de Pós-Graduação Cultura e Territorialidades /UFF. Pós-Doutorado na França, Université de Versailles Saint-Quentin de Yvelines no Centre d'Histoire Culturelle des Société Contemporaines. Doutora e Mestre em Comunicação e Cultura. Graduação em Jornalismo. Coordenadora do Laboratório de Mídia e Violência. Autora dos livros "Quando o filho mata o pai: as narrativas dos crimes de parricídio que abalaram o Brasil" e "A Chacina da Candelária e as memórias narrativas de O Globo". Pesquisas nas áreas de: mídia e cultura; sociabilidades; práticas socioculturais, identidades culturais; estigma; cultura da violência;cultura do controle e ordem social; discurso e memória; psicanálise, violência e trauma; masculinidade e violência.

Quer entrar em contato? Fale com a Assessoria de Imprensa da UFF

Publicações

Revista: E-Compós (Brasília)
Título Anoordem crescente Idioma
Meus cabelos crespos: o fim do silêncio e o sofrimento idealizado pela vergonha 2018 Português
Os sentidos midiáticos da ordem e da monstruosidade em Dexter 2010 Português
Revista: RECIIS - Revista Eletrônica de Comunicação, Informação & Inovação em Saúde
Título Anoordem crescente Idioma
Representações da masculinidade viril contemporânea no programa popular da Rádio Cidade FM: Hora dos Perdidos 2016 Português
Revista: Contracampo
Título Anoordem crescente Idioma
Chutando o balde: representações do criminoso contemporâneo na série Breaking Bad. 2015 Português
Revista: REVISTA EPOS
Título Anoordem crescente Idioma
Assassinos de que natureza? 2014 Português
Mentes perigosas: A normatização midiatizada mora ao lado 2010 Português
Revista: Revista Eco-Pós (Online)
Título Anoordem crescente Idioma
Os contos de horror do final do século XIX e suas contribuições para as narrativas dos crimes contemporâneos. 2014 Português
Revista: Pragmatizes - Revista Latino Americana de Estudos em Cultura
Título Anoordem crescente Idioma
Por que (,) Suzane? 10 anos depois 2013 Português
Revista: Contracampo (UFF)
Título Anoordem crescente Idioma
Dexter e o serial killer que consome serial killers: uma representação de metaconsumo? 2009 Português
Revista: REVISTA FRONTEIRAS (ONLINE)
Título Anoordem crescente Idioma
Os vestígios da monstruosidade na feitiçaria e na loucura e os discursos contemporâneos da mídia 2009 Português
Revista: Ciberlegenda (UFF)
Título Anoordem crescente Idioma
As marcas de criminalização do menor nas narrativas da imprensa 2007 Português
Revista: UNIrevista (UNISINOS. Online)
Título Anoordem crescente Idioma
?A matança dos inocentes: questão de memória e narrativa jornalística? 2006 Português
Revista: Contemporanea (UFBA. Online)
Título Anoordem crescente Idioma
Mudanças na madrugada: a presença do acontecimento e a tessitura da ordem 2006 Português