Vinhos, chás, livros e a imprensa: a formação e a deformação dos cânones literários