Variações sobre ver e não ver: dois relatos de casos