USO DA ULTRASSONOGRAFIA EM MODO B E DO POWER DOPPLER NO DIAGNÓSTICO DO DESCOLAMENTO DA RETINA EM UM CÃO - RELATO DE CASO