Uma experiência transdisciplinar entre psicanálise e crítica literária: sobre O Cavaleiro Inexistente de Italo Calvino