A subjetividade no cuidado familiar à criança ostomizada a partir da construção de sua autonomia