A relação psicoterapêutica na abordagem fenomenológico-existencial