Redistribuir por meio do direito? A separação estruturante da sociedade e direito como condição epistemológica da redistribuição