O possível e o impossível da paixão, e algumas reflexões sobre o amor em rede