O pesquisador e as crianças em investigações sobre a infância: algumas considerações