O IMPACTO DA INSUFICIÊNCIA CARDÍACA NO COTIDIANO: PERCEPÇÃO DO PACIENTE EM ACOMPANHAMENTO AMBULATORIAL