O ensaio latino-americano como vetor da construção identitária e sua contribuição para as relações Brasil-América hispânica