O ASILO COMO AFLUENTE DA DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA