A narratividade do discurso jornalístico: a questão do Outro