Juizados Criminais: algumas perversões