A influência do gênero e da escolaridade no diagnóstico de demência?