IMPORTÂNCIA CLÍNICA DO FLUXO VENOSO CENTRAL