A dupla natureza da linguagem