Drogas e liberação: enunciadores insuportáveis