Devir e contágio na dança: uma experiência pedagógica entre infâncias