Desafios na Medição Quantitativa da Ingestão Alimentar em Estudos Populacionais