Cemitérios da cidade de Niterói: o descanso dos mortos e o medo